Correr riscos é a coisa mais segura a fazer

 

É assim que começa The Technology Inperative, um livro áspero que analisa a I&D de um ponto de vista económico, e esta poderia ser a sua conclusão: que correr riscos é a coisa mais segura a fazer é uma rutura com a mentalidade confortável e consumista que temos, mas também significa pensar que estamos em perigo e que pode valer a pena fazer alguma coisa.


Comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de correio eletrónico não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Português