A Internet é uma anedota II

Um facto chocante sobre a bolha da Internet a que estamos a assistir: cada utilizador do Facebook "vale" 238 euros, retirado do blogue de Eneko Knörrque publicou dados tão simples como os seguintes:

-Receitas de 2007: 150 milhões. Avaliação: 100 vezes as receitas.

-Receitas estimadas para 2008: 300 milhões. Avaliação: 50 vezes as receitas.

Ebitda Estimativa para 2008: 50 milhões. O rácio Preço/Ebitda é de 300 vezes.

-238 euros por utilizador (!!!!!).

Estará de volta a bolha da Internet, em que o número de utilizadores era mais valorizado do que os lucros?

Já comentei aqui, os utilizadores da Internet não são fiéis, não se pode extrapolar um modelo de rendimento de um sector como o da eletricidade para a Internet, nos últimos 50 anos e seguramente nos próximos 50 anos viveremos ligados a um cabo de eletricidade, mas não vamos passar o próximo meio século a entrar diariamente no Facebook. Depois da Internet 2.0 virá a 2.5, ou seja, os sítios que incluem aplicações de inteligência artificial, como a figura do recomendador, e depois... depois a Internet acabará por sair de moda como tudo o resto.


Comentários

2 comentários para "A Internet é uma anedota II”

  1. Concordo plenamente consigo. Não só acho que estamos a assistir a uma bolha de .com, como também que vai ter um grande rebentamento. Alguém sabe de que é que o Youtube está a viver, porque não vejo qualquer sentido nisso.

  2. [...] Hoje estou a dizer que comecei a utilizar estes serviços ou redes, mas amanhã ou depois posso utilizar outros e deixar estes de lado, como disse Javier no seu blogue, os utilizadores são infiéis por natureza. [...]

Deixar um comentário

O seu endereço de correio eletrónico não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Português