Porque é que não gosto de tablets

Para mim, o AVE é o modelo de escritório móvel e, quando trabalho no comboio, não troco o meu portátil Dell de 250 euros com Linux pelo melhor tablet.
Os ecrãs tácteis são a interface mais natural que temos atualmente - basta ver como uma criança de dois anos interage com um telemóvel ou tablet tátil - mas escrever durante mais de 20 minutos é cansativo.
No PC de secretária, o teclado está a 30 cm do ecrã, no computador portátil a 10 cm e, em ambos os casos, num ângulo de 75°. Enquanto no tablet não há praticamente nenhum ângulo ou distância entre o teclado e o ecrã, é uma posição ergonómica semelhante à utilizada pelos artesãos quando esculpem, pintam ou moldam; uma posição ideal para vender ou ensinar algo, e é por isso que penso que são uma boa ferramenta na educação. Mas são incómodas para desenvolver uma história, para escrever em suma, pelo que não me parecem práticas no meu caso.
Um telemóvel topo de gama custa o mesmo que um tablet, tem metade do ecrã e faz as mesmas coisas que um tablet; mas cabe no bolso e, acima de tudo, já nos é familiar, pelo que não precisamos de andar com mais um gadget.


Comentários

3 comentários para "Porque é que não gosto de tablets”

  1. [...] Porque é que eu não gosto de tablets Uploaded by lcluengo 2 seconds ago javiercuervo.com/?p=869 [...]

  2. Compreendo que se trata de uma opinião pessoal.
    A utilização de um tablet, é claro que é um grande consumidor de conteúdos, mas por outro lado é até agora o dispositivo mais adequado em termos de portabilidade.
    Diz que se desloca de comboio, eu faço o mesmo, mas prefiro levar um aparelho que por 650 gramas (com uma caixa de teclado) me dá quase mais de 6 horas de utilização, contra um netbook que entre apitos e assobios tem 1,5 kg, 3-4,5 horas de autonomia, e que não ganho muito.
    A diferença entre nós é que, provavelmente, executa tarefas muito mais complexas do que eu com o meu tablet. No meu caso, responder a e-mails e consultar documentos é suficiente para mim. Num netbook é possível fazer muitas coisas.

    Ao ponto de vos dizer que tenho tudo, smartphone, netbook, tablet, portátil, computador de secretária ..... e atualmente ......
    *O ambiente de trabalho ..... para edição de vídeo - fotografia, etc...
    *No netbook - servidor de download e ficcheros
    *Smartphone. de Gps, quando saio para festas, etc. ....
    *Tablet... Vai comigo todos os dias e na minha bagagem de fim de semana.
    *Portátil ..... Num canto... só para "fogos inexperientes".

    Ao dizer-vos .... o telemóvel tornou-se um telemóvel Nokia de uma vida, quase 1 semana sem carregar, quase não ocupa, soa muito bem, sem perda de cobertura .... e é o MP3 para ir correr.

    De qualquer modo, compreendo perfeitamente a sua mensagem, mas as tarefas a realizar são cada vez mais específicas... e um tabler abrange cada vez mais funcionalidades.

    PD.....MI Tablet é um DROPAD ....jejejejejej

    1. Um Dopad? Fixe 🙂 Ótimo 🙂

Deixar um comentário

O seu endereço de correio eletrónico não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Português