O meu resumo de La Red Innova 2011

Estive presente na primeira edição de La Red Innova há dois anos e voltei a estar presente ontem e hoje. Desde a primeira edição, manterei a sua vocação hispano-americana e o seu objetivo de fazer com que as pessoas se divirtam; o trabalho em rede, tal como a coragem nas forças armadas, é um dado adquirido.

Agora que a La Red Innova evoluiu de acordo com os seus genes, parece-me que muitas pessoas que não estão na Circuito Internet A rede Innova está a fazer um trabalho de evangelização sobre a forma como a Internet está a mudar o mundo dos negócios. O mundo dos negócios ainda está centrado no negócio e, dentro deste, no marketing, é uma imagem superficial do mundo. InternetTambém não tem de ser outra coisa, pois existem outros eventos técnicos.

O problema é que o novo saem com uma sensação de superficialidade, de espetáculo apenas. Embora seja verdade que o marketing é fundamental na nova economia, o mais importante é a como que o o quee este evento transmite-o de forma magistral. Em contrapartida, deparei-me com algumas apresentações demasiado comerciais de grandes empresas.

Resumindo: passamos um bom bocado, aprendemos algumas coisas e conhecemos pessoas. E, sobretudo, uma vez por ano, há alguém que nos lembra que o nosso futuro está na América Latina e orienta o nosso networking para o Brasil, a Argentina ou o Chile. É uma pena que tenhamos de ser lembrados do óbvio, mas é assim em muitos casos, e ainda mais quando acredito que os países latino-americanos estão entre os mais criativos do mundo - especificamente a Argentina e a Espanha, por esta ordem - e a criatividade é hoje um dos principais meios de produção.

De todas as apresentações a que assisti, gostaria de destacar a grande Pauo criador de EyeOSe uma estrela em ascensão que está a transcender o mundo do empreendedorismo. Pau arrisca constantemente nas suas intervenções, improvisa menos do que parece, mas acima de tudo tem muito bom senso. A sua argumentação a favor das startups tem pontos de crítica óbvios, mas é uma lufada de ar fresco na cena. Tem 24 anos, carisma e bom senso. Já era altura de termos um monólogo como ele.


Comentários

Um comentário a "O meu resumo de La Red Innova 2011”

  1. [Há alguns meses, Pau García Milá, fundador da eyeOS, começou uma palestra dizendo: "Noutros países ganham-se coisas, em Espanha [...].

Deixar um comentário

O seu endereço de correio eletrónico não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Português