Empreendedorismo aos 14 anos. Néstor Palao

O Néstor é um adolescente machão, entusiasmado por explorar e espremer o mundo louco das Startups. Há alguns meses começou a escrever iPhoneA2um blogue sobre a Apple. Não, Nestor, infelizmente este não é um caso comum.

Quando tinha sete anos, comecei a vender colares de margaridas que a minha irmã fazia em frente à fachada da Catedral de Mondoñedo; isso criou uma certa agitação; lembro-me de que a minha mãe teve de me vir buscar, que não me censurou pelo que estava a fazer, mas sim por o ter feito numa aldeia de Lugo no início dos anos oitenta, em suma, que se voltasse a fazê-lo era aconselhável afastar-me do centro da aldeia; tentei fazê-lo no parque, mas não havia tanta gente e as vendas caíram drasticamente.

O facto é que o bom Nestor, poucos dias depois de regressar de Crianças iniciadorasescreveu isto entrada no seu blogue; e, pouco depois, surpreendeu-nos a todos com este tweet:

Há alguns meses atrás, Pau García Miláfundador da eyeOS rasgou um conversar dizendo:

Noutros países ganha-se coisas, em Espanha temos o salário.
Viste alguma criança a vender limonada?

É a cultura empresarial, vender limonada, e é assim que se aprende. Ganhar uns trocos com os cartazes. Depois, se Néstor se sair bem, vai comprar um iPhone, um iPad e até um MacBook; e vai ter de explicar aos colegas que os seus anunciantes os pagaram, e vai acabar por se tornar um exemplo para alguns deles.

Assusta-nos ver uma criança a vender porque, em suma, assusta-nos vender; e isso tem de ser curado, e quanto mais depressa melhor. Agora temos de começar por respeitar o Néstor por ter começado a vender, nem sequer digo para lhe agradecer, quanto mais para lhe comprar alguma coisa. Basta que não sejamos como os habitantes de Mondoñedo em 1983.


Comentários

8 comentários para "Empreendedorismo aos 14 anos. Néstor Palao”

  1. Em vez de o felicitar por vender, felicito-o por pôr em prática a ideia de vender. Não sei se me estou a fazer entender...

    Ótimo Nestor, força!

  2. Avatar de Néstor Palao
    Néstor Palao

    Olá, eu sou @menpalapps, sou o gajo de que fala o post, e quero agradecer ao Javier por ter escrito para mim. Ele é um profissional no mundo do empreendedorismo e um exemplo a seguir, espero que ele me ensine muitas coisas no futuro 🙂 🙂

    Obrigado, Javier.
    Cumprimentos, Néstor Palao
    @menpalapps

  3. Empresário? A sério? HAHAHA

    Dizem que não é normal, mas agora vejo miúdos de 10 anos a começar projectos maiores do que um wordpress com um .com. Para começar, eles próprios montam o servidor e configuram o DNS do domínio, o que por si só tem mais mérito do que se auto-anunciar num Tweet.

    Claro que é a minha perceção, já vi casos e não é incrível, mas vá lá, se é, eu devia ter vindo aqui na altura, aos 13 anos também tinha um .com e o template não estava pré-determinado, fui eu que o toquei, isso... isso tem mais mérito, não?

    Resumindo... não deixem que o miúdo desanime, há pessoas da idade dele que se metem em tudo, pelo menos ele faz algo produtivo ou semi-produtivo.

    Saudações.

  4. Avatar de José Manuel
    José Manuel

    Felicito o Néstor pela sua vontade de empreender e trabalhar. Precisamos de mais jovens que se queiram mobilizar e fazer avançar o país e que gostem de o fazer, continuem assim....

  5. Anónimo:

    Falar sem saber é muito arriscado e se, além disso, falhar (o seu riso é demasiado grande) é uma tolice.

    É evidente que não faz ideia do que significa ser um empresário.

    O que está a falar é de design e programação, ser um empresário é muito mais do que isso.

    Falo com pleno conhecimento de causa, porque conheço a pessoa de quem fala. É muito ousado julgar um rapaz de 14 anos com base numa publicação num blogue.

    Claro que, com o tom de ressentimento que as suas palavras denotam, é normal que não compreenda o significado de ser empresário.

  6. Avatar de David Lillo
    David Lillo

    Anónimo:
    Se fosse tão corajoso como as suas palavras denotam, deveria ter começado por não ser "Anónimo" e talvez assim pudéssemos julgá-lo também, como faz com o Nestor. Esconder-se e exigir notoriedade são incompatíveis.

    O respeito e a humildade são a base de tudo, comecem a usá-los.

  7. Avatar de Anónimo
    Anónimo

    Parabéns Pajlao, para além de ser um jovem empreendedor, DJ, 🙂

  8. Acho muito bem que existam jovens empreendedores com muitas ideias muito úteis no sector em que este jovem trabalha e acho que a forma de fazer avançar este país de merda é com a ajuda destas pessoas para o melhorar e adorava conhecer o nestor e saber as suas novas ideias porque acho que ele terá inovado significativamente cb em relação à data em que isto foi escrito e gostava de felicitar o nestor pelo seu grande trabalho e espero que um dia seja uma pessoa muito importante neste sector e ajude este país a emergir com as suas ideias.
    Nestor, muito incentivo e espero que melhore ainda mais este grande trabalho que só se consegue com muita vontade e empenho.

Deixar um comentário

O seu endereço de correio eletrónico não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Português