Anonymous declara guerra ao ISIS. Forças emergentes reforçam-se

Passou apenas um dia desde que o Anonymous, o coletivo dos melhores hackers do mundo, declarou guerra ao Estado Islâmico - ISIS - a França já tinha declarado guerra alguns dias antes, na sexta-feira passada, após os abomináveis ataques em Paris. E hoje os Estados Unidos disseram que devemos apoiar a França, pelo que entendi. tem de ser bombardeando as regiões do Médio Oriente controladas pelo ISIS, daesh, Estado Islâmico, ou o que quer que lhe chamem.
Screenshot_2015-11-18-20-23-32-01
O Anonymous é a emergência, aquilo que vem de baixo para cima e é auto-organizado; o ISIS, para além de ter tanta maldade que me parece não-humana, é um exército com salários e tudo isso, ou seja, o top-down, o hierárquico. O ISIS está a ser atacado neste momento por outros exércitos, como o exército francês, que está a mostrar o luto do seu país bombardeando as bases do ISIS, ou o exército americano.
Em 24 horas, os Anonymous já descobriram uma centena de contas de terroristas do ISIS nas redes sociais, uma carteira com 3 milhões de dólares em bitcoins, deram muitas informações aos serviços secretos de vários países e derrubaram alguns sítios Web. Criou também um sítio Web para recrutar voluntários anónimos contra o ISIS. Declararam uma guerra e têm de a ganhar.
Quem acha que está a ganhar na corrida para destruir o ISIS, os exércitos ou os piratas informáticos?
Acredito que os hackers estão a ganhar pela mesma razão que acredito que vivemos na era do software e não do hardware, porque a inteligência é agora mais importante do que o músculo e porque o emergente é agora mais importante do que o hierárquico.
As hiperligações minam as hierarquias
Manifesto Cluetrain


Comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de correio eletrónico não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Português