A voz humana como API: Google Assistant a chamar Google Assistant

Em maio passado, no Google I/O 18, demonstraram o Google Assistant a ligar para um cabeleireiro, a falar com o cabeleireiro e a marcar uma consulta, ou seja, a fingir ser uma pessoa e a enganar o cabeleireiro. Eu também teria acreditado.

A evolução natural desta demonstração seria uma outra que já estou a propor para o Google I/O 19, em que um assistente Google telefona e outro assistente Google atende o telefone, fingindo ser o cabeleireiro, e ambos combinam um encontro, que é depois refletido nos seus calendários Google.
Não se trata de magia, mas de fazer da voz uma API, uma interface de comunicação entre máquinas, só que esta forma de comunicar com as máquinas é-nos natural.


Comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de correio eletrónico não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Português